Home

La Asociación Brasileña de Derecho Internacional (ABDI) y el Núcleo de Estudios en Tribunales Internacionales de la Facultad de Derecho de la Universidad de São Paulo (USP), tienen el honor de invitarles al Cuarto Seminario Brasileño sobre Cortes y Tribunales Internacionales, que tendrá lugar los días 18 y 19 de noviembre en la Facultad de Derecho de la Universidad de São Paulo (USP), Largo São Francisco, São Paulo, Brasil. Más información en www.netiusp.org o escribiendo al correo: netiusp@gmail.com.

Imagen

El profesor Wagner Menezes, de la Facultad de Derecho de la Universida de São Paulo, ha publicado su libro sobre los tribunales internacionales en la editorial Saravia de Brasil. Aquí está la información de portada en portugués:

“Tribunais Internacionais: Jurisdição e Competência”

Wagner Menezes

 A obra aborda em linguagem clara e didática o fenômeno da jurisdicionalização do Direito Internacional, trazendo interpretação sobre o crescente fenômeno da criação e funcionamento dos Tribunais Internacionais, esclarecendo os limites de sua jurisdição e a extensão do exercício de suas competências.

A presente obra não é só um manual reprodutor de conceitos, sistematizador de classificações, mas trabalho inovador onde podem ser encontradas novas convicções, novas propostas de sistematização e de leitura doutrinária sobre o tema, propondo-se a provocar novas discussões e reflexões acadêmicas sobre a matéria.

Diversos temas são tratados cuidadosamente: A evolução da jurisdição internacional, os mecanismos de solução de controvérsias no direito internacional; o conceito de tribunais internacionais sua jurisdição e competência, os Tribunais internacionais, contexto de seu funcionamento e mecanismos de solução de potenciais conflitos, a relação dos tribunais internacionais com os Tribunais nacionais.

Ao abordar temática contemporânea e ser obra inovadora no Direito Internacional trata-se de obra fundamental como referencia de pesquisa e estudo para cursos de pós-graduação e para as mais exigentes bibliotecas jurídicas não só para aqueles que trabalham com Direito Internacional, mas também para todo operador do Direito como instrumento fundamental de trabalho.

A %d blogueros les gusta esto: